Hoje é domingo, 25 de outubro de 2020, dia da Democracia, dia do Sapateiro e do Dentista Brasileiro # O Sampaio gaha mais uma no Castelão: 3x0 no Cuiabá # Lewis Hamilton supera Bottas no último segundo do treino de classificação e vai largar na pole no Grande Prêmio de Portugl, na manhã deste domingo.
pilatesana presidentesdobrasil osvaldo rocha mandacaru
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Fotos & Imagens
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Alumar
Itaqui
 Cargas
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Concursos
Prêmio Smart
Escoteiros em Foco
Cais do Jeep
Seminário Landlord

Osvaldo Rocha
Comandante RAMOS
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

José Clementino
Elson Burity
 Bento Moreira Lima

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 Escoteiros em foco
 Nosso Papai Noel
 São Luis 408 anos
 Copa América 2019
 Cais do JEEP
 O Trem da Vale
Museu da Soamar
Presidentes do Brasil
Farol de Mandacaru
TV no Brasil: 70 anos

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











Alumar tem cabine nova para shiploader de navios
Equipamento produzido pela C+ Tecnologia será instalado já este mês no terminal da fábrica de alumínio


Novo carregador de navios do terminal da Alumar
A Alumar-Consórcio de Alumínio do Maranhão, um dos maiores complexos de produção de alumina e alumínio primário do mundo – integrado pela Alcoa, BHP-Billiton e Rio Tinto Alcan – acaba de adquirir uma nova cabine de comando para descarregador de navio especialmente produzida pela C+ Tecnologia, empresa brasileira de tecnologia para indústria e transportes. O equipamento será instalado no mês de setembro, na unidade portuária da Alumar, em São Luís, no Maranhão.

“A experiência demonstrada através de outros projetos com grandes empresas na produção de cabines de comando personalizadas para missões críticas, além do compromisso com o prazo recorde para fabricação - 60 dias - foi o diferencial que nos levou a escolher a C+ Tecnologia para a fabricação de uma cabine que será submetida a um forte ritmo de operação, em regime de 24h por dia 7 dias por semana.” comenta Harlan Costa, engenheiro responsável pelo projeto mecânico do Port Capacity Recovery da Alumar – São Luis do Maranhão.

As cabines da C+ Tecnologia são produzidas visando o conforto total dos operadores, assim eliminando doenças relacionadas ao LER (Lesões por Esforços Repetitivos) e DORT (Distúrbios Osteo-musculares Relacionados ao Trabalho). “Nossas cabines são projetadas a fim de atender aos fundamentos e norma regulamentadora de ergonomia - NR17”, comenta o responsável pelo projeto da cabine, o engenheiro Marcelo Moraes. “Além disso, as cabines da C+ Tecnologia garantem uma maior segurança e redução nos acidentes envolvendo a operação das máquinas”.

A cabine e o Posto de Comando foram projetados a fim de garantir os aspectos ergonômicos e de segurança requeridos pelo cliente, como: Isolação termo-acústico, amplo campo de visão do operador com relação à operação das cargas, climatização, redução de ruídos gerados por vibração excessiva do DN -descarregador de navio, adequação dos ajustes do posto de comando aos diferentes biótipos de operadores, disposição inteligente de todos os acessórios internos como: painel do PLC - Programmable Logic Controller, sistema de câmeras, ar-condicionado, persianas, dentre outros.

De acordo com Moraes, este trabalho foi um grande desafio para a C+ Tecnologia. “Tivemos que atender uma série de exigências do cliente, referentes à qualidade de fabricação, montagem e materiais utilizados, pois as exigências da Alumar com relação às condições de trabalho e segurança dos operadores são grandes”.
Ao todo, aproximadamente 30 pessoas participaram direta e indiretamente da produção da cabine, isso sem contar com outros importantes aliados da C+ Tecnologia: os profissionais da área de saúde e medicina do trabalho. Estes parceiros são fundamentais para manter a excelência nos produtos ergonômicos da C+. “A responsabilidade é enorme, pois de acordo com a resolução do INSS de 1999 e intensificada em meados de 2008, no caso de um afastamento de operador de máquina por motivos relacionados ao LER, a empresa responsável pelo equipamento auditado poderá ser multada. Portanto, garantimos aos nossos clientes que os produtos fabricados pela C+ sejam projetados para atender às exigências das áreas de ergonomia e segurança do trabalho mais avançadas”, complementa.

Lugar: PORTOSMA
Fonte: C+Tecnologia/O Estado
Data da Notí£©a: 27/08/2010

Untitled