Hoje é quinta-feira, 20 de setembro de 2018, dia do Baterista; do funcionário público municipal e do Gaúcho # Ontem pela Taça Libertadores da América o Boca Júniors derrotou o Cruzeiro por 2x0 # Hoje tem Palmeiras x Colo-Colo pela mesma competição.
humberto gomes cargas e cais internacional maritima propaganda2
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Fotos & Imagens
Empresas
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Alumar
Itaqui
 Cargas
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Osvaldo Rocha
José Oliveira
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

Noticias
 Legislação

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 BP Changri-lá
 Nosso Papai Noel
 São Luis 406 anos
 Copa 2014
 C. Confederações
 O Trem da Vale
Museu da Soamar

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











DNIT entrega trecho de 15 qilômetros da Br-135 no Campo de Perizes totalmente duplicado
Para conclusão das obras, iniciadas em 2005, falta apenas as alças do viaduto no município de Bacabeira


Entrada de Perizes.
Último trecho do Campo de Perizes, que ainda era de mão dupla, foi entregue duplicado e liberado na manhã de ontem, faltando apenas o trecho do viaduto em Bacabeira; área detinha grande número de acidentes de trânsito.

Até que enfim, depois da metade de uma década de espera, os motoristas que pegaram a estrada para deixar, ou entrar em São Luís poderão dirigir aliviados. A surpresa, ou presente de Natal, chegou com o DNIT liberando o trecho que vai do inicio da ponte de estiva até o inicio de Periz de Baixo em Bacabeira, o percurso conhecido como Campo de Perizes. Com a duplicação do trecho, agora os pessoas podem passar por Perizes sem se preocuparem com as ultrapassagens perigosas que ao longo dos anos vitimou inúmeras pessoas em acidentes e causou outras centenas de pessoas feridas, sem falar no montante significativo de prejuízo financeiro causado pelos acidentes.

Para concluir a duplicação da BR 135 – que no contrato assinado em 2005 incluía o trecho entre Estiva a Bacabeira, restam poucos quilômetros, que representam as alças de acesso ao Viaduto, única obra de grande porte ainda inclusa em sua totalidade. A duplicação liberada na na manhã da ultima quinta-fera, 20/12, vai da ponte  sobre o Estreito dos Mosquitos, na Estiva, até o início do povoado de Periz de Baixo, no município de Bacabeira.

Com isso, todo o Campo de Perizes está totalmente duplicado, o que deve reduzir o número de acidentes na área, considerada uma das mais perigosas na saída de São Luís, com grande número de mortes durante ultrapassagens. A duplicação beneficiará em média 25 mil motoristas, que trafegam diariamente pela via. Uma obra aguardada há décadas por todos que precisam passar diariamente pelo local. Com a liberação, a preocupação diminui consideravelmente, pois com a duplicação da via os condutores não precisarão se preocupar com ultrapassagens de risco, o que diminuirá a quantidade de acidentes e mortes na rodovia.

A liberação do trecho ocorreu em um momento considerado ideal, pois este mês, com as festas de fim de ano e as férias, grandes quantidades de pessoas aproveitam para sair e entrar na capital maranhense, prevendo diminuir os riscos existentes há muitos anos na via, principalmente em um dos trechos considerado como “trecho da morte”, localizado no Campo de Perizes, que todos os anos, principalmente nesta época, registra números alarmantes de acidentes de trânsito.

A obra de duplicação da BR-135 faz parte do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal, com investimento do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), de cerca de R$ 484.735.728,44, com aditivos e reajustamentos. As obras, que foram iniciadas em 2012, já duram cerca de cinco anos, e deveriam ter sido concluídas em 2014. No ano de 2015, foram paralisadas por indisponibilidade de orçamento financeiro do Governo Federal, o que impediu a continuidade da duplicação e as demais pequenas obras que seriam realizadas.

Retomada em 2016, a primeira liberação de trecho duplicado ocorreu em julho de 2017, tendo na primeira etapa o trecho entre a Estiva (Km 25) e Bacabeira (Km 51,3), totalizando 26, 3 km. Nessa etapa, foi liberado aos usuários um trecho de pouco mais de 7,5 quilômetros, que vai do Km- 35,5 ao Km-43, conhecido como Campo de Perizes, que já faz parte de Bacabeira. Este mês, foi liberada mais uma etapa da obra, faltando apenas o trecho do viaduto em Bacabeira.





  



Lugar: PORTOSMA
Fonte: Denit/Redação/Imirante
Data da Notí£©a: 21/12/2017

Untitled