Hoje é domingo, 30 de maio de 2020, dia Mundial das Comunicações Sociais; do Comissário de Bordo e dia do Espírito Santo # São Luís inicia agora o sétimo e último dia de abertura parcial do comércio. Se o monitoramento do sistema de saúde não apontar nenhum alerta fora do previsto, a retomada geral deve ser mesmo confirmada para o primeiro dia do mês de junho.
granel quimica propaganda1 propaganda2 orizon supplier
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Fotos & Imagens
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Alumar
Itaqui
 Cargas
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Concursos
Prêmio Smart
Escoteiros em Foco
Cais do Jeep
Seminário Landlord

Osvaldo Rocha
José Oliveira
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

José Clementino
Elson Burity
 Bento Moreira Lima

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 Escoteiros em foco
 Nosso Papai Noel
 São Luis 406 anos
 Copa América 2019
 Cais do JEEP
 O Trem da Vale
Museu da Soamar
Presidentes do Brasil
Farol de Mandacaru

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











Portaria define setores dp comércio que podem voltar afuncionar nesta segunda-feira
Lojas das mais diversas atividades, assim como salões de beleza e barbearias e alguns tipos de restaurantes


Governador Flávio Dino; retorno para valer só em junho
Saiba quais atividades econômicas podem funcionar a partir de segunda na Ilha
Os setores estão sendo liberados a funcionar após a aprovação pela Casa Civil de protocolos sanitários setoriais elaborados

Uma portaria do Governo do estado anunciou na tarde desta sexta-feira (29) quais setores econômicos poderão reabrir a partir da próxima segunda (1) na Ilha. A informação foi confirmada pelo governador Flávio Dino durante entrevista coletiva na manhã de hoje. Os setores estão sendo liberados após a aprovação pela Casa Civil de protocolos sanitários setoriais elaborados, com observância das normas gerais sanitárias, como uso de máscara, procedimentos de higiene e etiqueta respiratória e também de distanciamento social.

ESTÃO LIBERADOS PARA FUNCIONAR

** Atividades agrossilvipastoris e agroindustriais;
** Hipermercados, supermercados, mercados, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros; padarias, quitandas, centros de abastecimento de alimentos e mercados públicos, lojas de conveniência, de água mineral e de alimentos para animais;
** Bancos, casas lotéricas e atividades de seguros;
** Construção civil e lojas para o fornecimento exclusivo de materiais de construção; Indústrias;
** Serviços de manutenção de energia elétrica, tratamento de água e esgotamento sanitário;
** Serviços da atenção básica de saúde, urgências e emergências;
** Clínicas médicas, odontológicas e de exames da rede privada;
** Serviços de telecomunicação;
** Comunicação e imprensa;
** Serviços de transporte;
** Serviço de correios;
** Serviços de contabilidade e advocacia;
** Farmácias e drogarias;
** Fabricação, montagem e distribuição de materiais clínicos e hospitalares;
** Produção, distribuição e comercialização de combustíveis e derivados;
** Distribuidoras de gás;
** Oficinas mecânicas, borracharias e lojas de vendas de peças;
** Restaurantes em pontos ou postos de paradas nas rodovias;
** Serviços relacionados à tecnologia da informação e de processamento de dados, tais como gestão, desenvolvimento, suporte e manutenção de hardware, software; hospedagem e conectividade;
** Serviços funerários e relacionados;
** Serviços educacionais por meio remoto;
** Bares e restaurantes para serviços de venda remota, podendo o produto ser retirado no estabelecimento, mas vedado o consumo no local;
** Serviços de desinsetização;
** Serviços laboratoriais das áreas da saúde;
** Serviços de engenharia;
** Comércio de móveis e variedades para o lar (exceto situados em shoppings e galerias fechadas), livros, papelaria, discos, revistas e floricultura;
** Serviços de fisioterapia, com atendimentos individualizados e com hora marcada;
** Serviços de informática e venda de celulares e eletrônicos;
** Serviços de Administração de imóveis e locações;
** Comércio de óculos em geral;
** Serviços administrativos e de escritório;
** Serviços de formação de condutores;
** Demais serviços prestados por profissionais liberais;
** Hotéis e similares;
** Salões de beleza, cabeleireiro e barbearia.

A portaria determina também que alguns setores econômicos deverão abrir em horários diferentes, como forma de conter aglomeração. Confira:

Começam entre 5 e 7 horas - **Postos de Combustíveis e Panificadoras
Começam entre 6 e 8 horas - ** Área de saúde, como serviços ambulatoriais em hospitais, clínicas, laboratórios, etc; Indústrias alimentícias; Indústrias farmacêuticas/medicamentos; Construção Civil; e Supermercados
Começam entre 7 e 9 horas - Vigilantes, zeladores e porteiros; Farmácias e drogarias; Oficinas mecânicas e borracharias; Lojas de produtos agropecuários e veterinários; Hospitais e clínicas veterinárias; Agências lotéricas;

Começam entre 9 e 11 horas - Bancos; Revendas/concessionárias de veículos; Barbearias e salões de beleza; Comércios de rua que estejam autorizados a funcionar.

Próximas atividades a serem liberadas - A portaria também anunciou a previsão de abertura de outros setores econômicos para as próximas semanas, tendo em vista os indicadores epidemiológicos da doença no estado do Maranhão.

Poderão funcionar a partir do dia 15 de junho - Demais lojas de rua, tais como sapatarias, lojas de roupas, presentes e congêneres; Lojas situadas em shopping centers (vedadas praças de alimentação, cinemas, áreas infantis, restaurantes e a realização de eventos).

Poderão funcionar a partir do dia 22 de junho - Academias de ginástica e esportes;

Poderão funcionar a partir do dia 29 de junho - Bares e Restaurantes; Praças de alimentação em shopping centers.

Todos os estabelecimentos deverão seguir medidas sanitárias tais como: Uso de máscaras;
Distanciamento mínimo obrigatório; Assepsia, higienização e limpeza; assim como caberá aos proprietários e gestores de lojas o fornecimento de EPI – Equipamento de Proteção Individual, disponibilizar nos pontos de maior circulação de trabalhadores e clientes (recepção, balcões, vestiários, corredores de acesso às linhas de produção, refeitórios, área de vendas, elevadores, escadas, etc.) locais para a lavagem adequada das mãos, se não for possível disponibilizar soluções de álcool gel 70% e/ou sanitizantes ou produtos antissépticos que possuam efeito similar.

Lugar: PORTOSMA
Fonte: SecomMA/G1
Data da Notí£©a: 21/05/2020

Untitled