Hoje é segunda-feira, 13 de julho de 2020, dia do Cantor, dia mundial do Rock e dia do Engenheiro de Saneamento # Lewis Hamilton vence o GP da Estría, seguido de Bottas e Verstappen # Na primeira partida da decisão do carioca o Flamengo vence o Fluminense de 2x1.
propaganda1 mandacaru propaganda2 jorge afonso
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Fotos & Imagens
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Alumar
Itaqui
 Cargas
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Concursos
Prêmio Smart
Escoteiros em Foco
Cais do Jeep
Seminário Landlord

Osvaldo Rocha
José Oliveira
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

José Clementino
Elson Burity
 Bento Moreira Lima

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 Escoteiros em foco
 Nosso Papai Noel
 São Luis 406 anos
 Copa América 2019
 Cais do JEEP
 O Trem da Vale
Museu da Soamar
Presidentes do Brasil
Farol de Mandacaru

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











Vale destina 2 bilhões de dólares para reduzir emissões de carbono nos próximos 10 anos
O ano-base usado no cálculo da meta foi o de 2017, quando a Vale emitiu 14,1 milhões de toneladas de CO2


A Vale irá investir ao menos US$ 2 bilhões para reduzir em 33% suas emissões absolutas diretas e indiretas (escopos 1 e 2) até 2030. As emissões diretas são provenientes de operações próprias e as indiretas, de origem externa usadas no processo produtivo, como o consumo de energia elétrica. A meta está alinhada com o Acordo de Paris, que estabeleceu um limite máximo de aumento da temperatura média global de 2ºC até 2100.

A iniciativa é um avanço na agenda do clima da empresa, que em dezembro, no Vale Day, encontro com analistas de mercado realizado em Nova York e Londres, já havia anunciado a intenção de reduzir suas emissões e estabeleceu uma precificação interna de carbono de US$ 50 por tonelada de CO2 equivalente para projetos de capital e concorrentes. "Esta agenda é fruto de um processo de escuta, alinhado com uma demanda real da sociedade relacionada à mudança climática por uma redução robusta nos escopos 1 e 2”, afirma Bartolomeo. "Estamos dando mais um passo na construção de um novo pacto com a sociedade, com transparência e responsabilidade.”

Iniciativas e próximos passos - A Vale estabeleceu o Fórum de Baixo Carbono, um grupo liderado pelo CEO e composto por seis diretores-executivos e empregados de diversas áreas da empresa, cujo objetivo é guiar a implementação e a entrega dos compromissos assumidos. A iniciativa reflete o engajamento da alta liderança da Vale no tema, assim como impulsiona avanços constantes na agenda do clima. Segundo o diretor-executivo de Relações Institucionais, Comunicação e Sustentabilidade, Luiz Eduardo Osorio, estão sob análise 35 inciativas por meio da “Curva de Custo Marginal de Abatimento”, ferramenta que permite a ordenação de projetos em termos de custos e potenciais de redução de emissão.

A Vale estabeleceu o Fórum de Baixo Carbono, um grupo liderado pelo CEO e composto por seis diretores-executivos e empregados de diversas áreas da empresa, cujo objetivo é guiar a implementação e a entrega dos compromissos assumidos. A iniciativa reflete o engajamento da alta liderança da Vale no tema, assim como impulsiona avanços constantes na agenda do clima. Segundo o diretor-executivo de Relações Institucionais, Comunicação e Sustentabilidade, Luiz Eduardo Osorio, estão sob análise 35 inciativas por meio da “Curva de Custo Marginal de Abatimento”, ferramenta que permite a ordenação de projetos em termos de custos e potenciais de redução de emissão.
Até o fim do segundo semestre deste ano, já entram em operação alguns projetos pilotos. A Estrada de Ferro Vitória Minas (EFVM) irá receber a primeira locomotiva de manobra 100% elétrica; equipamentos elétricos serão testados em operação subterrânea nas minas de Creighton, Coleman e Copper Cliff no Canadá; e serão feitos testes de uso de biocombustíveis na pelotização em Vitória.

O ano-base usado no cálculo da meta carbono foi o de 2017, quando a Vale emitiu 14,1 milhões de toneladas de CO2 equivalente (MtCO2e). O objetivo é reduzir para 9,5 MtCO2e em 2030. Paralelamente aos projetos para desassociar sua produção da emissão de carbono, a Vale irá restaurar e proteger mais 500 mil hectares de floresta nativa restaurados e protegidos até 2030. Hoje, a empresa já ajuda a proteger mais de 1 milhão de hectares no mundo.

Escopo 3 - Além da ambição de neutralizar suas emissões de carbono de escopos 1 e 2 até 2050, a Vale pretende estabelecer uma ambição para o escopo 3, para induzir clientes e fornecedores na mesma direção. Por meio de engajamento ativo com clientes da siderurgia e metalurgia, a Vale atuará para redução das emissões de sua cadeia de valor. A empresa vai orientar sua atuação com base em relações de ganha-ganha, produtos menos intensivos e novas tecnologias.

Lugar: PORTOSMA
Fonte: Mineradora Vale
Data da Notí£©a: 26/05/2020

Untitled