Hoje é sábado, 8 de agosto, dia do Pároco e das comunidades internacionais # Domingo tem o GP da Inglaterra, em Silverstone, em comemoração os 70 anos da categoria top do automobilismo.
Formula Um osvaldo rocha propaganda2 mandacaru
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Fotos & Imagens
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Alumar
Itaqui
 Cargas
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Concursos
Prêmio Smart
Escoteiros em Foco
Cais do Jeep
Seminário Landlord

Osvaldo Rocha
José Oliveira
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

José Clementino
Elson Burity
 Bento Moreira Lima

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 Escoteiros em foco
 Nosso Papai Noel
 São Luis 406 anos
 Copa América 2019
 Cais do JEEP
 O Trem da Vale
Museu da Soamar
Presidentes do Brasil
Farol de Mandacaru

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











A mineradora Vale vai investir R$ 2,8 bilhões no Maranhão nos próximos cinco anos
O Itaqui receberá parte dos investimentos de incremento ao corredor logístico norte


A mineradora  Vale anunciou no final da última semana um novo investimento na capacitação do corredor logístico norte que deverá passar de 215 milhões de toneladas por ano para 240 milhões de toneladas por ano de minério de ferro. Em suas planilhas de expansão, pós pandemia mundial, o estado do Maranhão deverá concentrar a maior parte do plano de investimentos da Estrada de Ferro Carajás, algo em torno de R$ 19 bilhões, sendo R$ 2,8 bilhões para os próximos cinco anos.  Só para se ter uma idéia da dimensão dos recursos, serão 62,5 navios de 400 mil toneladas a mais, com garantia de operações no complexo de terminais de Ponta da Madeira, em São Luís, de propriedade da mineradora.

A partir de 2024, estão em curso, investimentos para a capacitação do corredor logístico, que no Maranhão, totalizam aproximadamente US$ 590 milhões, entre adequações na ferrovia e no porto. Na ferrovia, são previstos investimentos de US$ 132 milhões em adequações de oficinas de vagões e locomotivas, além da aquisição de material rodante. No porto, são previstos investimentos de US$ 454 milhões destinados à expansão dos pátios de estocagem e aquisição de silo de embarque e recuperadora adicional.

Outro investimento da Vale será concretizado a partir da renovação antecipada da concessão da Estrada de Ferro Carajás, com plano de investimentos voltado ao desempenho operacional da ferrovia, como locomotivas, vagões, trilhos, dormentes e ainda para sua transposição segura, como viadutos e passarelas que visam melhorar os níveis de segurança de cerca de 230 comunidades e 2,4 milhões de habitantes. Apesar do contrato de concessão ainda está longe de sua conclusão, a empresa, preocupada em contribuir com os problemas de caixa do Governo por causa da crise, aceitou a antecipação da parceria por mais 30 anos.

Lugar: PORTOSMA
Fonte: O Imparcial/Vale
Data da Notí£©a: 11/07/2020

Untitled