Hoje é terça-feira, 18 de janeiro de 2022, dia de Santo Irmão Jaime Hilário (mártir de Turón) # O Maranhão tem um novo Capitão dos Portos, É o Capitão de Mar e Guerra, carioca de nascimento, Alexandre Roberto Januário.
alumar40anos presidentesdobrasil alumar 41 anos pilatesana
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Amigos da Marinha
Fotos & Imagens
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Consócio Alumar
Itaqui
 Site da Antaq
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Concursos
Prêmio Smart
Escoteiros em Foco
Cais do Jeep
Seminário Landlord
Dia da MULHER

Osvaldo Rocha
Comandante RAMOS
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

José Clementino
Elson Burity
 Bento Moreira Lima

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 Escoteiros em foco
 Nosso Papai Noel
 São Luis 409 anos
 Copa América 2019
 Cais do JEEP
 O Trem da Vale
Museu da Soamar
Presidentes do Brasil
Farol de Mandacaru
TV no Brasil: 70 anos
Hinos do Brasil

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE











Complexo Portuário do Itaqui atinge recorde de movimentações em 2021
Foram 25,4 milhões de toneladas já movimentadas, crescimento pode chegar a 12% até dezembro


Porto do Itaqui em São Luís já é o 4º maior do país
O Porto do Itaqui superou, nesta segunda (11), a marca histórica de movimentação de cargas alcançada em 2020. Com 25,4 milhões de toneladas já movimentadas até o momento e a dois meses de encerrar o ano, as projeções da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP) apontam número superior a 28 milhões de toneladas até dezembro, 12% a mais que o ano anterior.

De acordo com o presidente do Porto do Itaqui, Ted Lago, a retomada da economia contribuiu para esse resultado, aliada aos esforços de portuários, operadores e clientes para aumento da produtividade nas operações.

“Na área de influência do porto estão estados produtores de três regiões brasileiras que utilizam o Itaqui, não só para escoar a sua produção de soja, milho e farelo, mas também para movimentar produtos importantes como combustíveis, fertilizantes, celulose e clínquer, dentre outros”, completou Lago.

O novo recorde histórico em volume de cargas soma-se à outra conquista de 2021: no primeiro semestre o Itaqui subiu uma posição no ranking de portos públicos brasileiros da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), chegando ao top 4 consolidado como um dos que mais cresce no país.

Crescimento antecipado - Essa nova marca histórica foi atingida com o navio Elandra Willow, que recebeu diesel do navio Anavatos II. Consolidados como o destaque do ano até aqui, os granéis líquidos apresentaram um crescimento de quase 80% em relação ao mesmo período de 2020. Também a soja alcançou a marca de 9,6 milhões de toneladas, superando o ano passado em 14%, e influenciou a alta dos fertilizantes, que somam mais de 2,3 milhões de toneladas.

Porto é utilizado para escoamento da produção de produtos como combustíveis, fertilizantes e soja. (Foto: Divulgação)

“O volume movimentado esse ano se aproxima ao previsto em nosso PDZ (Plano de Desenvolvimento de Zoneamento) para 2025, quando alcançaríamos 29 milhões de toneladas de cargas. Isso demonstra a importância dos investimentos públicos e privados e a qualidade do trabalho de todos os players que integram o Porto do Itaqui e a confiança da iniciativa privada na gestão pública que realizamos” afirma Ted Lago.

Os números positivos são também fruto da capacidade da EMAP em combinar investimentos próprios na expansão da infraestrutura do porto com a atração de investimentos privados.

Nos últimos anos foram quase R$ 2 bilhões em obras, como a segunda fase do Terminal de Grãos do Maranhão (TEGRAM), novo terminal de fertilizantes e de combustíveis e o leilão de quatro novas áreas também dedicadas aos líquidos.

Complexo Portuário do Porto do Itaqui cresce 32% no 1º semestre de 2021
A maior alta foi registrada nas cargas de granéis líquidos, com 90% acima do que foi movimentado até agora

Com mais de 15 milhões de toneladas de cargas movimentadas neste primeiro semestre, o Porto do Itaqui cresceu de 32% em relação ao mesmo período de 2020. A maior alta foi registrada nas cargas de granéis líquidos, com 90% acima do que foi movimentado nos seis primeiros meses do ano passado. Se considerarmos somente as operações de entreposto, o aumento chegou a 441%. Também houve aumento na movimentação de soja (19%) e de carga geral (+ 7%). O volume registrado nessa metade do ano corresponde a 80% do total planejado para o ano em granéis líquidos, 53% em granéis sólidos e 52% em carga geral.

Só em junho passaram pelo porto público do Maranhão 2,8 milhões de toneladas de cargas, um volume 19% superior ao que foi movimentado em junho de 2020. Os granéis líquidos cresceram 143%. Já as quase 330 mi l toneladas de fertilizantes movimentadas quebraram o recorde mensal anterior, alcançado em agosto de 2019, quando foram importadas 310 mil toneladas desse tipo de carga.”

“Esse resultado reflete a soma de esforços da equipe EMAP e dos parceiros que atuam no fortalecimento das cadeias produtivas que vêm consolidando o Porto do Itaqui na liderança do Arco Norte, no mapa logístico da produção e escoamento de grãos no país e como hub de combustíveis. Seguimos firmes no compromisso de gerar desenvolvimento para o Maranhão por meio do porto público”, afirma o diretor de Operações do Porto do Itaqui, Jailson Luz.

Expectativa - Considerado um dos principais portos do agronegócio brasileiro e hub de combustíveis da região Centro-Norte do pais, o Porto do Itaqui firma-se também como referência em gestão e eficiência operacional.

Os números do semestre fortalecem a tendência de fechar 2021 com mais de 27 milhões de toneladas movimentadas (o volume planejado para o período é de 26,3 milhões de toneladas). A movimentação de soja ficou dentro do esperado e deve chegar ao final do ano acima das 13 milhões de toneladas, somando as operações do Tegram e da VLI, que em 2020 totalizaram 12,1 milhões de toneladas.

O crescimento no volume de granéis líquidos também confirma as projeções e deve continuar em alta em curto e médio prazos, com a conclusão das obras do Tequimar-Ultracargo (ainda neste ano), ampliação do Terminal da Granel Química e o recente arrendamento de mais quatro áreas para movimentação, armazenagem e distribuição de combustíveis.

Lugar: PORTOSMA
Fonte: Emap
Data da Notí£©a: 20/07/2021

Untitled