Hoje é quarta-feira, 12 de dezembro de 2018, dia Internacional da Criança na Mídia e dia de Nossa Senhora de Gadalupe, a Padroeira da América Latina.
propaganda1 orizon supplier cargas e cais granel quimica
HOME
Entrevista
 Ogmo/itaqui
Syngamar
Telex/Aniversários
 Agencias Marítimas
Soamar MA
Fotos & Imagens
Empresas
Dicas/Serviços
Capitania dos Portos do Maranhão
The best of web
Fale conosco


Vale
 Alumar
Itaqui
 Cargas
 Todos os portos
 Cartas Náuticas

Osvaldo Rocha
José Oliveira
 Herbert Santos
Telex/Aniversários
 Humor
Ponto de Vista

Noticias
 Legislação

Aniversário Alumar
 Carta Pero Vaz
 Dia do Portuário
 BP Changri-lá
 Nosso Papai Noel
 São Luis 406 anos
 Copa 2014
 C. Confederações
 O Trem da Vale
Museu da Soamar

Pratimar
Petrobras
Portal Exportador
Banco Central
Receita Federal
Marinha do Brasil
Capitania Maranhão
Conapra
Policia Federal
Obra Prima CE














FINALIZADA A APURAÇÃO DAS URNAS O MARANHÃO CONHECEU SEU GOVERNADOR E SEUS DOIS SENADORES ELEITOS. E PARA PRESIDENTE DA REPÚBLICA A DISPUTA
PROSSEGUE EM SEGUNDO TURNO ENTRE JAIR BOLSONARO E FERNANDO HADDAD



Uma eleição tranquaila considerada pelo TSE e com alguns resutados surpreendentes em todo o país, sobretudo para o Senador Federal onde caciques da política foram derrotados nas urnas. Casos de Dilma Usself, Romero Jucá, Eunício de Oliveira e Orlando Suplicy.

Na corrida presidencial os desempenhos pífios de Ciro Gomes, Geraldo Alckmin e Marina Silva surpreederam até mesmo os mais pessimistas. Jair Bolsonora, com quase 50 milhões de votos foi o grande vencedor, considerando que por causa do atetato que sofrera em Juiz de Fora-MG, fora impedido até mesmo de fazer capanha e/ou participar dos debates;

O Maranhão teve a reeleiçao de Flávio Dino com quase 560% dos vitos válidos e eelgeu dois novos senadores. Wewerton Rocha e Eliziane Gama. Foram derrotados Edson Lobão e Sarney Filho, alé de Roseana Sarney que perde pela segunda vez para o candidato do PCdoB.


A NOVA COMPOSIÇÃO DO SENADO PELO MARANHÃO É A SEGUINTE:
Roberto Rocha (PSDB),
Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS)


Confira a seguir os deputados esdtaduais e federas eleitos pelo Maranhão:

Deputados Estaduais

01 - DETINHA (PR) – 86.331
02 - DUARTE JUNIOR (PCdoB) – 64.869
03 - MARCIO HONAISER (PDT) – 55.656
04 - OTHELINO NETO (PCdoB) – 55.647
05 - PROFESSOR MARCO AURÉLIO (PCdoB) – 47.671
06 - NETO EVANGELISTA (DEM) – 48.799
07 - DRA. CLEIDE COUTINHO (PDT) – 63.168
08 - ANDREIA REZENDE (DEM) – 47.109
09 - MARCELO TAVARES (PSB) – 47.176
10 - DRA. THAIZA (PP) – 50.692
11 - CARLINHOS FLORÊNCIO (PCdoB) – 48.015
12 - ANA DO GÁS (PCdoB) – 43.763
13 - ADRIANO SARNEY (PV) – 49.328
14 - FERNANDO PESSOA (SD) – 45.414

15 - ZÉ GENTIL (PRB) – 60.353
16 - EDSON ARAUJO (PSB) – 44.962
17 - RAFAEL LEITOA (PDT) – 45.090
18 - DR. YGLESIO (PDT) – 38.960
19 - ADELMO SOARES (PCdoB) – 43.409
20 - VINICIUS LOURO (PR) – 39.280
21 - ANTONIO PEREIRA (DEM) – 37.248
22 - HELIO SOARES (PR) – 37.895
23 - DANIELLA TEMA (DEM) – 39.282
24 - RIGO TELES (PV) – 41.736
25 - GLALBERT CUTRIM (PDT) – 42.272
26 - CIRO NETO (PP) – 36.438
27 - ROBERTO COSTA (MDB) – 34.994
28 - RILDO AMARAL (SD) – 33.213
29 - FABIO MACEDO (PDT) – 34.574
30 - ARNALDO MELO (MDB) – 35.562
31 – PAULO NETO (DEM) – 29.552
32 - DRª HELENA DUAILIBE (SD) 30.724
33 - ZE INACIO (PT) 31.025
34 - PARÁ FIGUEIREDO (PSL) 30.931
35 - PASTOR CAVALCANTE (PROS) 26.331
36 - CÉSAR PIRES (PV) 25.722
37 - MICAL DAMASCENO (PTB) 25.059
38 - DR. LEONARDO SA (PRTB) 31.044
39 - WELLINGTON DO CURSO (PSDB) 23.503
40 - FELIPE DOS PNEUS (PRTB) 19.644
41 - WENDELL LAGES (PMN) 18.541
42 - LUIZ HENRIQUE LULA DA SILVA (PT) 14.917


Deputados Federais

01 – EDUARDO BRAIDE (PMN) – 162.629
02 – JOSIMAR MARANHÃOZINHO (PR) – 142.079
03 – MARCIO JERRY (PCdoB) – 89.530
04 – PEDRO LUCAS FERNANDES (PTB) – 82.693
05 – ANDRÉ FUFUCA (PP) – 79.449
06 – JÚNIOR LOURÊNÇO (PR) – 74.038
07 – EDLIZÁZIO (PSD) – 73.143
08 – BIRA DO PINDARÉ (PSB) – 72.549
09 – CLEBER VERDE (PSB) – 71.469
10 – JUSCELINO FILHO (DEM) – 67.561
11 – ALUÍSIO MENDES (PODEMOS) – 63.005
12 – JÚLIO MARRECA FILHO (PATRIOTA) – 58.630
13 – ZÉ CARLOS (PT) – 49.634
14 – HILDON ROCHA (MDB) – 48.733
15 – GIL CUTRIM (PDT) – 48.470
16 – JOÃO MARCELO (MDB) – 45.908
17 – PASTOR GILDENEMYR (PMN) – 34.018
18 – SÍLVIO ANTONIO (PDT) – 19.167


CONHEÇA AS REGRAS PARA O SEGUNDO TURNO DAS ELEIÇÕES QUE ACONTECEM
DIA 28 DE OUTUBRO DE 2018

Propaganda eleitoral
No segundo turno, a propaganda eleitoral começa em 12 de outubro e vai até 27 de outubro. Está permitido distribuir material gráfico, realizar comícios, e utilizar alto-falantes e amplificadores de som.
A propaganda eleitoral no rádio e na televisão pode começar 48 horas após a proclamação do resultado das eleições. Serão dois blocos de vinte minutos para cada cargo.
Cada candidato, portanto, terá dez minutos em cada bloco para expor suas propostas.
No rádio, os blocos começam às 7h e às 12h.
Na televisão, a transmissão se inicia às 13h e às 20h30. As propagandas serão transferidas até 26 de
outubro, dois dias antes do segundo turno.

Debates
Ao todo, o segundo turno vai contar com seis debates. O primeiro será no dia 11 de outubro, e o último
em 26 de outubro. O debate da Record TV está marcado para 21 de outubro, às 22h.

Eleitores
Todos os eleitores poderão votar no segundo turno, inclusive aqueles que não votaram no primeiro
turno — desde que não tenham pendência com a Justiça Eleitoral. O eleitor que não votou no
primeiro turno tem até 6 de dezembro para apresentar justificativa à Justiça Eleitoral. Já o eleitor
que não votar no segundo turno terá até 27 de dezembro para se justificar.

Votação

O pleito ocorre em 28 de outubro, entre 08h e 17h, no horário local. No dia do voto, é permitida a manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por partido, coligação ou candidato.
A partir das 17h, começa a divulgação dos boletins de urna, com a apuração e totalização dos resultados.
O último dia para a diplomação dos candidatos eleitos é em 19 de dezembro.
Em 1º de janeiro de 2019, tomam posse os eleitos.

 

OS MUITOS E OPORTUNOS
RECADOS DAS URNAS NESTAS ELEIÇÕES

Além da ex-presidente Dilma Rousseff ( PT ), que ficou apenas em quarto lugar na disputa de Minas Gerais, outros velhos conhecidos dos eleitores ficaram de fora do Senado neste domingo. Os petistas Lindbergh Farias e Eduardo Suplicy não se elegeram, assim como os emedebistas Edson Lobão , Eunício Oliveira e Roberto Requião . Também não obtiveram votos suficientes os tucanos Beto Richa e Marconi Perillo . Cotado para vice de Jair Bolsonaro ( PSL ), Magno Malta não conseguiu se beneficiar da onda nacional e foi preterido pelo povo. Gleisi Hoffman preferiu não disputar sua reeleição para o Senado e se elegeu Deputada Fderal, assim como fez – e também se elegeu – o ex-senador Aécio Neves. Confira alguns exemplos:

DILMA ROUSSEFF
A Ex-presidente da República, que passou boa parte do tempo de campanha apontada como líder para o Senado pelo Estado de Minas Gerais, perdeu e ficou atrás de três nomes da direita.

AÉCIO NEVES
Eleito Deputado Federal por Minas Gerais ele está de volta à Brasília graças a uma expressiva votação em Belo Horizonte.

JADER BARBALHO
Apesas das inúmeras idass e vinas de seu nome em em litsras de delações e faccatruas da Lava Jato, ele foi eleito como o Senador mais votado pelo Estado do Pará e tem um filho disputando o cargo de governador no segundo turno.

RENAN CALHEIROS
Um dos campeões de processos no Supremo Federal, o Senador por Alagoas não apenas garantiu a sua reeleição, como ainda elegeu seu filho governador do Estado no primeiro turno.

JANAÍNA PASCHOAL
A advogada e professora Janaína Paschoal (PSL), uma das autoras do processo de imprachment de Dilma Rousseff foi eleita a deputada estadual do país para a Assembleia de São Paulo. Ela recebeu 2.031.829 votos.

LINDINBERG FARIAS
Senador pelo Rio de Janeiro foi um dos mais combatentes adversários de Michel Temer durante a campanha do impeachment de Dilma Rouseff, formando a tropa de choque ao lado de Gleisi Hoffman e da Vanessa Grazziotin, do PCdoB, que também não se reeelegeu e está de fora do Senado

LEILA DO VÔLEI
Bronze em Atlanta-1996 e Sydney-2000, foi a senadora mais votada do Distrito Federal, com 18% dos votos.

TIRIRICA
O palhaço voltou a ter boa votação para deputado federal e conseguiu sua reeleição com cerca de 445 mil votos.

JOICE HASSELMANN
A jornalista se candidatou pelo partido de Bolsonaro, conseguiu mais de 1 milhão de votos e chegou à Câmara.

ALEXANDRE FROTA
O ator superou a marca 152 mil votos e se elegeu deputado federal pelo partido de Jair Bolsonaro.

CELSO RUSSOMANNO
Mais votado em 2014, não teve o mesmo sucesso. Mesmo assim, com cerca de 513 mil votos, se reelegeu.

POLICIAL KATIA SASTRE
PM conhecida por matar assaltante na porta de escola se elegeu para a Câmara com mais de 260 mil votos.

KIM KATAGUIRI
candidato a deputado federal, o líder do mbl conseguiu se eleger com mais de 450 mil votos.

GLEISI HOFFMANN
Senadora e presidente do PT, ela foi a terceira candidata mais votada para a Câmara no Paraná, com 212 mil votos.

MAGNO MALTA
Um dos principais apoiadores de Bolsonaro, não conseguiu se reeleger no Senado. Ficou em 3º, com 17% dos votos.

LEVY FIDELIX
Outro grande apoiador de Bolsonaro, teve 31 mil votos ficou longe da vaga na Câmara dos Deputados.

EDUARDO SUPLICY
Canditato de carteirininha do Partido dos Trabalhadores não conseguiu e reeleger para o Senado por São Paulo.

EDSON LOBÃO
Nome tradicional da política maranhense e do Brasil, aliado fiel do clã dos Sarner foi derrotado para o Senado do seu Estado, o Maranhão, e esta desempregado.

SARNEY FILHO
Nome quase onipresente em todos os os governos anteriores, seja como deputado federal ou mesmo como Ministro de Estado concorreu ao cargo de Senador pelo Maranhão e não foi eleito.

JORGE KAJURU
Polêmico jornalista e radialista conhecido pelos seus arroubos no cenário esportivo foi eleito Senador pelo Estado de Goiás como o segundo mais votado do estado.

ROMÁRIO
Candidato ao Governo do Estado do Rio de Janeiro o ex-craque de futebol, que tem ainda quatro anos de mandato como Senador da Republica, ficou em quarto lugar e está fora do segundo turno e das eleições.

BEBETO DO TETRA
Se candidatou e coneguiu a reeleição pela quarta vez co cargo de Deputado Estadual pelo Rio de Janeiro.

ADEMIR DA GUIA
O eterni ídolo do Palmeiras tentou se eleger a uma das vagas para Deputado Estadual por São Paulo mas não conseguiu.

MAURREN MAGGI
Maurren Maggi, a capeão olímpica com salto com vara concorreu ao cargo de senadora, em São Paulo. A ex-atlelta ficou na quinta colocação e não foi eleita.

JOÃO LEITE
Ex-goleiro do Atlético-MG, João Leite foi reeleito deputado estadual em Minas Gerais pela sétima vez consecutiva.

RODRIGÃO
Ex-jogador de vôlei com inúmeros títulos pela Seleção Brasileira, incluindo o ouro em Atenas-2004, Rodrigão (PSDB) tentou uma vaga na Câmara dos Deputados em São Paulo, mas não conseguiu se eleger.

MARCELINHO CARIOCA
Um dos maiores ídolos do Corinthians, Marcelinho Carioca foi candidato a deputado estadual pelo partido Podemos em São Paulo, mas não foi eleito.

DANTE, DO VÔLEI
Dante foi campeão olímpico com o Brasil em 2004 e foi deputado federal pelo MDB em Goiás, mas não conseguiu se reeleger.